11 Erros comuns que estão acabando com as suas campanhas no Facebook

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Facebook Ads pode ajudar muito o seu negócio a ser bem sucedido. Ele tem muitos benefícios que te ajudam a se conectar diretamente com o seu público alvo.

Mesmo com todos os benefícios desta plataforma, qualquer um pode cometer gafes e erros nas campanhas. É por isso que antes de você ligar o seu Facebook Ads, você precisa saber algumas (não todas) boas práticas e o mais importante: ter uma boa estratégia.

As boas notícias são que esses erros comuns são fáceis de evitar.

1 – Escolher o objetivo do anúncio errado

O primeiro passo para criar uma campanha é decidir o objetivo dela. O Facebook te dá várias diferentes opções que talvez te deixem um pouco confuso no início.

Determinar o objetivo preciso garante que você gaste o seu dinheiro mirando no resultado que você deseja.

Então você precisa se perguntar: “Qual é a minha meta para esse anúncio?”. Por exemplo: se você está na indústria de aplicativos e quer que mais gente baixe os seus apps, provavelmente a opção certa para sua campanha é Instalações do aplicativo.

Outro exemplo:

Se você tem uma propaganda em vídeo e quer mostrar para as pessoas que talvez se interessem, marque em objetivos: Visualizações de vídeo.

2 – Não usar o Pixel do Facebook

Você já tá usando o Pixel do Facebook? Ter o pixel te ajuda a mapear com segurança o direcionamento do seus anúncios do Facebook.

Ele funciona mais ou menos assim, o Pixel te diz o que as pessoas fazem depois de clicar no seu anuncio. Você tem uma campanha de conversão, ao instalar o pixel na página de destino você vai saber se o público que chegou até lá enviou o seu formulário, se interessou no seu produto ou não. (Caso não tenha completado, você pode melhorar sua publicação ou oferta)

Para um anuncio que não tenha conversão, mas outros tipos de interação do público, você também pode ter remarketing para trazê-los de volta.

Você vai achar o código do Pixel dentro do Gerenciador de Negócios.

3 – Dependência excessiva em posicionamentos automáticos

No nível do Conjunto de Anúncios da sua campanha, você precisa decidir onde seu anúncio do Facebook será exibido. Um erro comum é escolher posicionamentos automáticos o tempo todo só porque diz “recomendado.”

Não estou dizendo que o automático está errado, mas é importante você ter em mente os prós e contras de entregar seu anúncio em diferentes placements.

Por exemplo. O feed nos celulares tem uma performance melhor quando você tá tentando aumentar o engajamento ou tentando gerar mais leads.

Uma abordagem eficaz para otimizar as melhores placements é testá-las.

Veicule seu anúncio para uma audiência usando colocações automáticas para um período definido. Quando esse período terminar, verifique o desempenho do seu anúncio dentro do painel do Gerenciador de anúncios.

4 – Não ter uma oferta convincente

Você pode criar o anúncio, escrever algo convincente e selecionar o público adequado. Mas se o público não estiver interessado na sua oferta… você só vai gastar dinheiro na sua propaganda. Dito isso, tente sempre as melhores ofertas.

Não importa se você vai oferecer um apartamento, ebook, webinar ou um produto físico. Você sempre tem que resolver os problemas, necessidade e interesses do público.

Você também precisa se perguntar: Isso é algo que o meu público vai querer gastar dinheiro? Se a resposta for sim, você provavelmente tem uma grande oferta.

5 – Má escolha do targeting

Seus posts orgânicos estão tendo cada vez menos e menos engajamento? Isso é por que os posts orgânicos declinaram. Porém com as capacidades de segmentação de público do Facebook, você pode chegar no público certo na hora certa. A chave está em usar o targeting da maneira correta.

Um dos principais erros que os iniciantes cometem é mirar no público errado.

Saber quem é o seu público é o ingrediente básico para fazer um anuncio de sucesso, faça suas pesquisas e descubra:

  • Onde moram;
  • Informações demográficas (Idade, gênero, relacionamento);
  • Interesses;
  • Comportamentos;
  • Envolvimento;
  • Línguas que eles falam.

Quando você entender bem o seu público vai ser fácil de encontrar eles dentro Gerenciador de Anúncios. Mas cuidado para não fazer seu público muito específico ou amplo. O Facebook te permite pensar nisso.

Quando você definir seu público alvo, você talvez queria considerar um público semelhante! Existe uma opção dentro do Gerenciador de Anúncios que te permite mapear um novo público com características similares com as dos públicos que você já está usando.

Então se você já tem uma lista de público com pessoas que normalmente interagem com seu negócio, você talvez queira outro público que se pareça com eles. Neste ponto, você pode anunciar com precisão e fazer crescer o seu engajamento

6 – Não usar vídeos

Estudos recentes mostraram que vídeos online tem alto índice de aceitação entre os usuários de internet. Vídeos online são populares entre diferentes dispositivos e prendem os usuários na telinha por mais tempo.

Se você ainda não tira vantagem de ter vídeos para engajamento, você tá perdendo muita coisa.

Quando fizer anúncios em vídeo, peste atenção em:

  • Alcance;
  • Media de tempo assistido;
  • Vídeo assistido;
  • Custo por vídeo assistidos.

7 – Apertar sempre o “Impulsionar Publicação”

Se você leva a sério o Facebook Ads e quer levar suas publicações a outro nível, não toque nunca no botão Impulsionar publicação. Não que seja errado, porém o Facebook Ads oferece muito mais controle sobre a publicação e público.

Se você quer ter a melhor performance nas publicações do Facebook e ter tantas impressões quanto possíveis, use o Gerenciador de Anúncios.

8 – Deixar a fadiga aumentar

Outro erro em muito comum é deixar a campanha se desenrolar por conta própria. Se você mostrar os mesmos anúncios para as mesmas pessoas, chega um momento em que ele se torna menos sensíveis aos seus anúncios.

Isso gera a fadiga.

A fadiga acontece até para grandes campanhas. E aí vem o porquê você deve ser capaz de reconhecê-la.

A chave aqui é observar a métrica de frequência no seu Gerenciador de Anúncios.

Se a frequência subiu e a impressão diminuiu é quase certeza dizer que seu anuncio está experimentando fadiga. Abaixo algumas maneiras de combater esse fenômeno:

  • Assim que identificar a alta frequência de anúncio associada a piora no desempenho, pause a campanha;
  • Faça a campanha seguindo uma agenda, ou seja, baseado nas melhores horas do seu público. Você pode até ter que pausar o Facebook Ads de madrugada, especialmente se você quer que o público preencha formulários ou completem uma venda.
  • Atualize o seu anúncio. Mude a imagem ou vídeo, o objetivo da campanha, a copy e o call-to-action (CTA).

9 – Escrevendo títulos ruins

No Facebook Ads os títulos importam, e muito. Um bom título incentiva as pessoas a clicarem, enquanto um ruim  a não clicarem.

Em poucas palavras,  deve capturar a atenção imediatamente.

Por sorte a gente tem muitos jeitos de garantir que o título se destaque! Uma boa estratégia é enfatizar um benefício óbvio ao se tomar a ação.

Outra dica útil é usar palavras que ajam um gatilho emocional: emocionante, o maior, promissor, bem sucedido, surpreendente etc.

10 – Não tirar vantagem dos anúncios de retargeting/remarketing

A maioria das pessoas que chegam no seu site não estão preparadas para converter. Normalmente, alguém precisa de mais informação sobre o produto ou negócio antes de tomar qualquer ação.

Algumas pessoas vão procurar outras opções mais vantajosas ou melhor negociação, mas só por isso devemos deixar essas pessoas sozinhas? Não!

O que fazer então? Dê a elas um empurrãozinho para que elas sem lembrem sobre o que estavam interessados em fazer através do remarketing.

Para ganhar a confiança do público com o seu anuncio de retargeting, incorpore algo como um depoimento ou relato de alguém que usou seu produto, isso ajuda a tomar a decisão.

11 – Não usar a exclusão de público

Você vai querer mostrar seu anuncio pro pessoal que já fez a compra ou se inscreveu no mesmo anúncio? Claro que não! Do contrário seria apenas gasto de dinheiro.

Use a ferramenta de exclusão de público. Isso permite a você excluir aqueles que já converteram nos seus anúncio – via Pixel do Facebook.

Você já cometeu algum destes erros?

Evite eles e provavelmente você terá anúncios melhores!

Receba as novidades

Ao clicar em enviar, confirmo estar de acordo com a política de privacidade da Livewire Action Marketing.